Amigos namoro de romance amizade namoro

Como Converter uma Amizade em Namoro. Quando os seus sentimentos por alguém são mais passionais e fortes do que você deveria esperar de uma amizade normal, pode ser a hora de levar as coisas ao próximo nível. No entanto, passar por essa... Latino Dating Site - Meet Latino singles on Amigos.com! Meet Latino singles - Sign up today to browse single Latino women and single Latino men - Browse single Latino pics FREE. Amigos.com - Start dating Latino singles today! Amor e Romance Entre Amigos PE. Este grupo é um grupo de amizade e namoro só para os DDD 81. Entrar no Grupo. Mais grupos da categoria Amor e Romance. Amor e Romance Grupos de whatsapp namoroHoje em dia os grupos de relacionamento encontro e demais é contante, e você que procura uma crush, ou paquera, os grupos de namoro e amizade é ideal.Grupos de whatsapp 2020O ano de 2020 começou e novos grupos já aparecem, são vários tipos, mas nessa você ficará ligado nos grupos do whatsapp de amizades 2020. Mulher Amizade Portugal Mulher Amizades Portugal Mulheres para batepapo em Portugal Conhecer Mulher Portugal Mulher Encontros Portugal Mulher Namoro Portugal Mulher ... Site de namoro em Algarve, Portugal No Romance Amor Portugal você irá encontrar o amor da sua vida, criar novos amigos ou ter um romance. Tem acesso imediato a milhares de pessoas com foto, entrar em chat e utilizar o batepapo privado. Subscrição Gratuíta! Romance e Amor é um espaço de relacionamentos que lhe oferece a possibilidade de fazer novos amigos e amigas, encontrar o seu par ... Mundo dos Planetas é muito mais que um grupo de namoro e amizade, é uma família, e como toda família sempre um novo membro é bem vindo. Família essa bem louca, venha fazer parte! Amizade, crush, romance e mais um pouco para deixar os seus dias bem mais animados! Confira como se divertir na palma da mão! Sejam todos muito bem-vindos Site de namoro e relacionamento grátis. Encontre homem ou mulher, parceiro de dança ou viagem. Seja o que estiver procurando, encontrará aqui. Você encontra o nosso site e logo se apaixona. Mais de 100.000 pessoas do mundo inteiro já vivenciaram esta experiência utilizando nosso sistema. Agora ficou mais fácil juntar-se a nós! A amizade resiste. A amizade verdadeira resiste a tudo, até mesmo a um romance e o seu fim. Eu sempre soube que se o nosso namoro acabasse, eu continuaria tendo muito carinho por você, graças à força da nossa amizade. O grupo namoro romântico foi criado para pessoas que estão sozinhas e querem encontrar um grande amor , alguém que seja romântico (a) , mande flores , mensagens de amor ,ofereça musicas , em fim , romance do tempo antigo !!! Se você também é românco, seja bem vindo ao nosso grupo!

É possível mesmo duas pessoas se relacionarem de forma PURAMENTE sincera?

2020.09.06 14:17 DemonFranco É possível mesmo duas pessoas se relacionarem de forma PURAMENTE sincera?

Até os 18 anos (hoje tenho 22) eu fui extremamente introvertido, com pouquíssimo contato com a realidade do mundo. Desde moleque desenvolvi uma vontade muito forte de ter aquele clássico relacionamento vitalício (não perfeito, mas no mínimo sincero e recíproco) que se vê em filmes de romance ou animes tipo Naruto. Na verdade, lá no fundo, ainda tenho essa vontade. Mas essa vontade foi minha perdição, pois dediquei demais à pessoas que não estavam dispostas a fazer 5% do que eu estava.
A primeira decepção foi com, claro, meu primeiro amor: nunca amei tanto alguém como amei aquela garota. Fiz de tudo pra me aproximar dela, fui até em sua casa pedi-la em namoro, e o pior é que ela aceitou sem me desejar. Passamos 2 anos nos "relacionando" sem um abraço sequer e com conversas vazias, até chegar o dia em que ela decidiu ser sincera (hoje eu vejo que tudo era bem óbvio, mas minha introversão tinha me tornado muito inocente). Logo depois arrumei uma webnamorada, com quem namorei por foto e vídeo até conseguir um emprego aos 19 e conseguir visitá-la: perdi 4 dias de trabalho sem atestado, quase fui demitido e viajei SOZINHO pra São Paulo mesmo sendo que não saía pra jogar bola na rua. Finalmente, então, perdi meu bv e minha virgindade. Apesar de que voltei pra casa feliz e realizado com a nova etapa do relacionamento, a mesma terminou comigo uma semana depois, com desprezo e raiva em suas palavras e até hoje não entendo porquê. Vida que segue, comecei a me socializar mais, ir em festas, conhecer novas pessoas, e na própria empresa em que eu trabalhava conheci uma garota que me admirava por minha espontaneidade. Ela também era muito introvertida, vem de uma família evangélica extremamente violenta e ríspida, então eu senti que poderia "salvá-la" mostrando os prazeres do mundo fora da caixa do preconceito. Sempre deixei claro a ela que gosto de tudo o que o cristianismo lhe ensinou a fugir: bruxaria, cannabis, liberdade de expressão, etc. Logo, desde o início estávamos cientes de que nada seria fácil, mas eu estava disposto a enfrentar tudo aquilo e muito mais, inocentemente acreditando que isso a inspiraria a fazer coisas parecidas por mim. Engoli muitos absurdos retrógrados vindo de sua família e fingi com todas as minhas forças ser alguém que não sou (algo que desprezo e talvez não tenha feito muito bem), resistindo por "Só mais alguns anos, e vamos sair daqui". Bom, acontece que todos os meus estímulos liberais incentivaram ela a descobrir que é lésbica - e por mim tudo bem, de verdade. O problema foi que ela omitiu isso até o último dia, fingindo estar tudo bem e ainda alimentando nossos projetos futuros. No dia do término, eu fui em sua casa porque ela estava estressada, na intenção de melhorar o mínimo que fosse do seu dia. Ela me deixou ir embora pra terminar por mensagem do Facebook de sua mãe; insisti pra ela pelo menos falar o que tinha pra falar me olhando nos olhos, mas ela me tratou como se fosse um qualquer e realmente não queria nunca mais me ver.
Até então essa é minha história amorosa, mas eu também contei demais com amizades e todas (exceto uma) me decepcionaram. Comecei minha vida social com dois de meus primos (um deles é a mencionada exceção), mas o outro simplesmente se afastou de nós sem razão aparente - isso foi frustrante pra mim porque eu gosto muito dele e de seu irmão, mas nunca foi recíproco. Depois disso conheci o cara mais problemático que já passou na minha vida: 100% egomaníaco, repleto de defeitos gritantes que qualquer um com um pouco de amor próprio não investiria sua saúde mental para suportar. Mas eu, trouxa, fui diferente. Aguentei todos os seus absurdos, surtos sem sentido, falso senso de superioridade, ego frágil e invejoso, ciúmes até da minha ex (sim, hoje eu sei que ele gostava de mim mais que como amigo), enquanto via seus outros conhecidos pouco a pouco se afastarem dele. Ele foi o primeiro """""bruxo"""""" (entre muitas aspas porque a prole só sabia o que tinha pesquisado no Google e lido em revistas de banca) que conheci e, como eu valorizo muito conhecimento esotérico e não sabia de nada quando o conheci, confiei em todas as suas palavras e atitudes. E continuaria assim, se ele não tivesse tentado me agarrar enquanto fingia estar incorporando minha deusa-mãe. Na cabeça dele era um pretexto perfeito, já que essa mesma deusa está relacionada ao sexo e eu sou bi. Mas, sério, nunca vi alguém com tanto sex appeal negativo quanto esse cara. Simplesmente parei de conversar com ele, não dei satisfação alguma porque ele sabe muito bem o que aconteceu. Mas seu ego frágil não deixou isso barato: hoje eu passo na rua e todos os amigos que tínhamos em comum nem me cumprimentam mais, e de longe olham torto ou fingem que não me viram. Coincidência? Acho que não. Agora, em tempos de quarentena que está ainda mais difícil conhecer pessoas novas e criar qualquer tipo de relacionamento (como se já não fosse um desafio pra alguém que cresceu introvertido), me sinto sozinho e essa infelizmente é a melhor opção pro momento. Mas eu não quero deixar minha vontade morrer: quero de verdade dividir uma vida com alguém, compartilhar histórias que só nós vivemos, entender o que ela pensa só de olhar nos olhos. Isso é utópico demais? Será que ainda tô vivendo nos meus 17 anos?
submitted by DemonFranco to desabafos [link] [comments]


2020.07.25 03:26 marvel_teamo O crusch/bff tóxico

Oiii luba, editores e turma Hoje vou contar a história do meu ex bff pq ex crusch tenho 1 todo dia ksks Conheci ele ano passado, ele sentava atrás de mim, eu odiava ele pq ele me enchia a minha paciência (olha que eu quase não tenho) o tempo todo mas como eu tinha 💩 na cabeça comecei a gostar dele, viramos "amigos" esse " pra ele pq ele gostava mais do meu cachorro do que de mim, e dizia que não gostava de mim então... Ele mudou de turno (pra manhã) e lá ele era o popular com isso ele virou um babaca comigo pq ele dizia coisas horríveis de mim pô povo da manhã e eu ficava sabendo pela minha informante, e quando eu perguntava pra ele, ele dizia " que não né amiga, vc sabe que eu te adoro, e como foi pensar isso de mim vc é idiota só pode né burra kkk" bem assim mas o pior é que eu acreditava, quando a Quarentena começou ele se "declarou" pra mim sabe aquele jeito mo fofinho aí eu amei quando for de vdd vou amar mais ainda, ok ele me pediu eu em namoro eu disse sim pq eu gostava dele e roulou um romance que nem nos filmes bah, bah e bah, aí que começa o crime, o cara vem e me fala "oque vc faria aqui em casa na minha cama 😏" eu óbvio que respondi "hum nossa nós viramos um filme né ksks" aí ele me diz uma dessas " a eu tava pensando em outra coisa" a lubinha já ia ligar pra mãe dele, e liguei e quem atendeu foi o irmão dele eu disse que tava acontecendo aí ele me diz que "aí é que eu não sei oque fazer sabe" ( ele é autista) então achei normal pá, fui voltar a falar com muleque, eu disse que não tava correto e tals eu bem nervosa né, blz aí ele me manda um áudio dizendo "É TROLAGEM AAAA" mds e era a voz do irmão do pia só que ele tinha mandado áudio antes e era a voz do meu ex bff aaaaaaa.meu querido. Briguei com os caras e tals e o irmão disse a mais eu sou deficiente a mas eu mandei um belo foda-se ( eu não sei se foi injusto com o cara mais enfim) depois descobri que quem tava me mandando as mensagens era o autista e quem mandava os áudios era o ex bff eu bloqueie e depois recebi uma mensagem do celular da mãe dos pias dizendo " não fica triste não, mas agora eu descobri que vc é uma p#[email protected]" mds ksks eu bloqueie os 2, chorei que até "desmaiei" e denunciei o contato pq o autista tinha 20 anos então era abuso de menor Aí minha miga me disse que talvez ele se arrependeu do que fez e queira voltar amizade, eu acreditei de Novo e desbloquei ele, e ele me diz coisas piores que antes aaaaaaaaaaaaaaa ódiooooo Mas enfim no final de toda desgraça eu estou com bipolaridade e ansiedade na minha opinião melhor do que um bfff mas bjs lubinha te amo e se vc quiser eu conto sobre o meu professor de mat que faz buling junto com a minha inimiga mortal/crush garota sim luba eu tenho merda na cabeça e só me apaixono por merda tirando vc e o Jean kssk bjs e byeee
submitted by marvel_teamo to TurmaFeira [link] [comments]


2020.07.22 00:22 sonic_star_2 só queria amor verdadeiro bicho :c

sla, nos últimos dois dias eu tava raciocinando aq, refletindo sobre meus namoros e amizades, e sla cara, eu sinto q nunca fui amado de verdade mesmo por alguém, sla. Eu sempre gostei de algumas meninas, mas sempre era rejeitado, nunca dava em nada, e eu via elas gostando de outras pessoas e ficava sla tipo "Poxa, qq eu n tenho q eles tem? ;-;", mas eu nunca me preocupei muito com isso, só q de uns dias pra cá eu venho ficando meio triste por causa disso, ver os meus amigos com suas namoradas e ver q eles tão super felizes juntos, agora pouco mesmo eu vi o status no whatsapp da namorada de um amigo meu dela postando coisa dos dois, e tipo, os dois parecem se gostar muito, e isso é recorrente, não é só com eles, é com tipo, 80% dos meus colegas tlgd. Qnd eu vejo essas coisas eu fico ao mesmo tempo feliz e triste, feliz pq eu adoro amor, eu fico tranquilo e feliz por eles qnd eu vejo q as 2 pessoas se amam e combinam, eu fico feliz vendo meus amigos com as namoradas deles e vendo q a coisa tá fluindo bem, e tal (inclusive com casais de filme de romance eu sinto a msm coisa ;-; Sing Street é o apice até hj ;-;), só q ao msm tempo eu fico triste pq eu nunca achei uma "namorada como a deles", basicamente todos meus relacionamentos foram curtos e/ou uma bosta, só se salva no máximo uns 2, tanto por que não tinha química e tal entre a gnt, ou pq deu merda no namoro q tava indo tão bem (visto meus posts antigos), ou por que a garota não gostava realmente de mim. Sla, vendo tds meus amigos com as namoradas deles que realmente tem carinho por eles, são fofinhas, atenciosas, postam coisa sobre eles, e eu sempre senti falta disso nos meus relacionamentos... Eu só queria uma menina que quando eu tivesse triste chegasse e perguntasse se eu tava bem, uma garota que tem disposição, me chamasse pra fazer as coisas, tivesse o mesmo animo q eu tenho, pq sla, tds meus relacionamentos parece q eu tinha q conquistar a pessoa, inclusive qnd elas msm me pediam (q foram no máximo umas 2 vezes por sinal).
Eu só queria ter alguém que fosse carinhosa, que eu realmente gostasse, e que ela realmente gostasse de mim, que fizesse as mesmas coisas que as namoradas dos meus amigos fazem que eles se sentem especiais, pq eu sempre fui carinhoso com todas elas, mas o contrário eu nunca consegui experimentar, sla, nunca me senti amado de verdade com ngm. Meus pais falam q do jeito q eu sou bonito eu posso escolher qm eu quiser, mas eu sei q n é assim q funciona as coisas, pra mim é super difícil arranjar alguém... Inclusive uns 4 dias atrás eu conversei sobre me sentir meio estranho por esses dias, e ela falou q provavelmente é falta de alguém que gosta de mim, falta de uma namoradinha pra conversar e tal, lá no fundo até ela sabe vei q eu n consigo ngm ;-; e ninguém nunca gostou realmente de mim, tds estavam interessados em outras pessoas e tal, eu to chorando, desculpa, eu só queria alguém que me visse como especial, eu só queria completar a vida de alguém, igual os meus amigos, eu queria alguém que fizesse tanto por mim quanto eu faço pra ela, ou inclusive mais, sla, eu to falando com umas pessoas diferentes e tal, mas fica num chove-não-molha e sla, parece q se eu for ficar com alguma delas vai ser a msm coisa, Eu q vou ter q conquistar elas pra dps ficar nisso de sla, eu ter q agradar e dps de um tempo td acabar e ver q n era amor de verdade e tal. Só queria alguém q sla, n sou só eu que preciso ficar mandando coisa, inventando assunto, fazendo carinho, enquanto ela só recebe, eu queria uma namorada igual dos meus amigos, que é tão carinhosa quanto eles, e dá pra ver, eles n tem vergonha de andar de mão dada em público por exemplo, nem de assumir que se amam. A vontade que dá é de só desistir, apagar todos os meus contatos que eu to falando agora e só sumir, parar de tentar, meus amigos mais proximos pelo menos são quem deixa minha sanidade no chão, e enquanto eu tiver eles eu sei q eu vou ter um porto seguro, isso as vzs me leva a pensar q qnd eu to com eles eu não preciso de mais ninguém, eu me sinto completo com eles, eu sei que eles são meus amigos, mas sla, se eles fossem pessoas q eu gostasse, e compartilhassem do msm sentimento q o meu, e fossem garotas (pq eu sou hétero), seria a coisa mais perfeita do mundo. Por esses dias inclusive eu entrei no omegle de noite e uma garota gaúcha de 17 anos tava mt triste com o namorado dela pq ela desconfiava q tava sendo traida, e q ele tratava ela meio mal, até o ponto que ela me perguntou "Mano, me explica por favor, por que vocês, homens, não gostam de meninas chiclete? que perguntam como você tá, que pensam em ti toda hora e estão apaixonadas? meu namorado ameaça me deixar por isso", a única coisa que passou na minha cabeça na hora foi "COMO QUE UM FDP DESSES FAZ ISSO COM UMA MENINA SUPER GENTE FINA COMO ELA? KRL, TUDO ISSO Q ELA FALOU Q ELE ODIAVA É TUDO Q EU MAIS QUERIA, PQP". Aiai, vou pegar um lenço pra limpar minhas lágrimas ;-
submitted by sonic_star_2 to desabafos [link] [comments]


2020.07.09 07:24 luis_henrique27 Se vc continuar falando comigo, sua vida será DESTRUIDA se vc continuar usando o MEU DINHEIRO como desculpa!!!

Olá Luba, editores, gatas, papelões, possível convidado e Turma q está a ver. Primeira vez aqui, mimimiiii... NINGUÉM SE IMPORTA COM ESSA PORRA! Precisará de um vídeo inteiro só pra essa história. Eu tenho 13 anos e eu sou bi🌈. Sou gaúcho, tenta fazer uma voz de macho hétero de 13 yrs de idade com o sotaque gaúcho se quiser, pfvr NUNCA TE PEDI NADA. É fake. Eu inventei ela INTEIRA em literalmente em quase 2 FUCKING MINUTOS. Que imaginação fertil é essa a minha hein! Mas detalhes eu demorarei bastante para terminar! Os nomes são fakes e só o meu obviamente é real. Já consigo te ouvir dissendo: -QUE HISTÓRIA GIGANTESCA, VÉI!
 Parte 1 
Tudo começou no famigerado ano passado de 2019, quando eu conheci na minha escola um guri novo na Turma (do 6°ano {1°ano dos anos finais do fundamental} para ser mais exato), o nome dele é Vitor José. No entanto, dps de uns dias, nós dois viramos melhores A amigos e desde então, começamos a fazer praticamente TUDO juntos [aí aí, se eu soubesse o q tava por vir, bah né?]. Compartilhamos todos os nossos sentimentos, nossos ódios de tais alunos da nossa sala q viviam nos provocando e tals. No primeiro dia de aula, numa Segunda-feira em Janeiro (agr no 7°ano de manhã em 2020), ele começou a me pedir dinheiro, pois ele me disse q a sua família estáva ficando desprovida de money. {1ª tradução: comecei a usar a uma plataforma chamada Binomo para conseguir ganhar dinheiro, não só pra eu comprar coisas q de fato eu vou precisar usar, mas tbm pra dar para pessoas q precisam por conta da situação de Caronavírus. Eu guardei um pouco do dinheiro q eu ganhei na Binomo pra isso.} Por conta disso, eu aceitei de boa na lagoa. Dei R$2.000,00 pra ele. Apartir daí, alguma coisa parecia q começava a ficar meio errada. Vai ficar bem mais pior!(te garanto Lubinha)
Comecei a ter uma amizade bastante forte com a irmã dele, o nome dela é Júlia, e sem querer me gabar, mas ela é tipo vc LubaTv, linda para um k-rai. Até q do nada numa Seixta-Feira 13, ela me chamou no WhatsApp e ela disse:
-Oi, Luis. Td b contigo? Tem como cê dar uma passada aqui em casa?
Eu falei:
-Sim, claro q sim! É por algum motivo em específico, ou é só para passar por aí meixmo? Seus pais estão em casa?
Até q ela solta isso:
-Nem o meu irmão e nem ninguém estam em casa e é sobre o meu irmão, ele anda meio estanho ultimamente. Mas dá pra vc vir aqui?
Eu (obviamente) disse:
-Sim! Vou ir aí agr meixmo, Julia!
Ela disse:
-Q ótimo, tô esperando por vc, mor<3
Nós dois ja tínhamos um leve romance invouvido, mas nós ainda não tínhamos nos beijado [nós dois éramos BV e BVL até aquele dia]. Pelo fato de q ela me disse q o Vitor tava estranho ultimamente, eu já achei isso meio esquisito, pois ele não tinha falado disso comigo ainda. Quando eu cheguei lá tava chovendo. Ela me disse q a os pais deles foram ao shopping e ela precisava ir junto se ela não quisesse e ela não foi. Ela falou:
-Eu vi q antes deles saírem, eles foram ter uma conversa com ele no quarto dele e ela ouviu um diálogo. Vamos fazer assim, falas da mãe=M. Pai=P. Vitor= V. Júlia = J. Eu = L.
(2ª tradução: isso foi na mesma semana em q eu dei os R$2.000,00 pra ele na Segunda-Feira). O diálogo foi:
M- Então ele tinha te dado SÓ 2000 REAIS?!
V- Sim! Infelizmente SÓ isso, mesmo!
P- Vc TEM q fazeobrigar ele a nos dar MAIS do q 'só uma mixaria' de R$2.000,00.
M- Esse guri vale É OURO!!!
P-O dinheiro q ele ganha com essa plataforma Binomo, É COM CERTEZA BEM BEM MAIS DO Q R$10.000,00 SE DUVIDAR!!! ENTENDEU?!?!
V- Sim com certeza eu vou dar o meu melhor.
Ela me comprovou isso com um áudio que ela gravou e mandou pra minha prima, elas estudam na mesma Turma [7°ano tbm, mas na Turma de tarde].
Alí meixmo dps de agente conversar sobre isso tudo, ela se declarou para mim e me pediu em namoro. Eu asseitei e nos beijamos pela primeira vez em nossas vidas com muita felicidade. Quando os pais dela chegaram, ela pediu pra q eu me escondesse de baixo da cama dela, pq se eles me vissem, eles nos matariam pelo fato de q ela tinha trazido alguém pra casa deles e sem avisar (q agente tinha esquecido desse detalhe). Fiquei por pouco tempo alí. Eles entraram no quarto e conversaram um pouco com ela (na vdd só perguntaram se ela tava bem e tals...) e saíram do quarto e fecharam a porta. Quando a poeira abaixou um pouco, eu saí de baixo, dei mais um beijo nela e sai pela janela da qual eu tinha entrado, pq não teria como eu passar pela sala da casa dela sem q os pais dela E o Vitor me vissem lá.
Quando eu cheguei em casa já parou de chover e eu fiquei do lado de fora no quintal q ficou brilhando por causa da luz do sol q ficou refletindo na água da chuva entre a grama. Eu sentei numa mesinha q fica perto da nossa piscina de chão e eu fiquei pensando:
L-Obviamente eles estavam falando de mim, pq só eu dei dinheiro pra ele. Então, se for isso mesmo, eu vou ficar bem puto.
No mesmo dia, eu convidei a Júlia pra agente poder se apresentar como namorados para minha família num jantar q iríamos fazer, ela aceitou na hora. Foi um jantar muito divertido, contamos piadas, agente riu de história engraçadas da minha família e etc. Dps do jantar eu e ela conversamos um pouco mais (não sobre aquele assunto), e quando ela foi no banheiro eu fui na varanda do meu quarto e vi q iria começar uma tempestade com trovões e relâmpagos. Quando eu vi isso eu pensei:
L- suspiro~ É o momento perfeito!
Eu comecei a cantar a música No Time to Die da Billie Eilish, na vida real eu tbm faço isso de ver climas perfeitos pra mim poder cantar alguma música específica. Obs: Como se eu tivesse fazendo um reality show ou só participando do próximo High School Musical. Haha. Quando eu terminei de cantar, eu não vi q a Júlia entrou na varanda e ela decidiu me agarrar pela minha nuca e no meu casaco e me puxa girando fazendo com q eu ficasse encarando ela. Ela diz:
J- Vc canta mt bem. Algum dia vc me ensina cantar assim?
Obviamente eu falei:
L- Claro q sim, mozin.
Até q ela falei:
J- Desculpa, morzão, mas infelizmente vou ter q ir embora
Mesmo assim eu falei:
L- Tudo bem.
Quando o motorista dela foi lá em casa buscar ela, eu deu um abraço e um beijo nela e ela foi embora. Quando ela foi embora, eu tava MT cansado, e quando eu fui dormir, eu sonhei q eu tava num corredor cheio de neblina com várias portas (parecendo New Rules da Dua Lipa), até q eu vejo a Júlia mas a neblina ficou cobrindo a cara dela. Até q aparecem 12 passarinhos q rodeiam a sua cabeça e tbm uma águia q faz toda a neblina desaparecer revelando o seu rosto beautiful e ela anda mais rápido pra me abraçar e na hora em q no sonho agente se beijou, eu acordei.
 Parte 2 
2 dias dps, eu resolvi "conversar" com ele, já fiquei de saco cheio de pensar nessa poha. Eu mandei a seguinte mensagem:
L- Vitor! Fica quieto e fica on q eu NECESSITO falar contigo!!!
Ele falou:
V- Mds oq vc quer? Oq eu fiz?
L- Tu sabe MT BEM oq vc fez!
V- Não. Eu fiz oq?
L- Não começa não, tá?! Não começa a fingir q c NÃO sabe oq fez!!!
Ele saiu do whats, me deixando no vácuo mesmo VIZUALIZANDO a última msg (oq eu odeio pacaralho).
L- Eiii!, Eiiiiii!, E!, E!, I!, I!, I!, E!, E!!!!!!!.
No dia seguinte, eu fui pra escola e ele tbm foi e ele veio até mim e me deu 'oi' e me perguntou:
V- Cara, oq caralhos foi aquilo q aconteceu ontem no whats?!
Eu fiquei parado uns 10 segundos até falar:
L- Nada. Deixa pra lá.
Vc pode me chamar de demente nessa parte da história por não ter feito quase nada na hora, mas para pra analisar. Quando agente vai fazer uma denuncia por exemplo, como q agente mostra q é real? Com provas claras! E eu precisava de provas MAIS claras e apenas um áudio não provava mt coisa. Como vcs já devem ter entendido isso, vcs vão amar as próximas partes.
 Part III 
No mesmo dia, durante a aula de Inglês e durante um trabalho que eu estava dedicando a minha VIDA naquele trabalho avançadissimo na qual eu fiz a "biografia da 2ª guerra mundial, em inglês", minha amiga Vitória vira pra mim e disse: (Vitória= V’) V’- Luis, a Júlia pediu pra mim entregar essa cartinha pra vc.
Eu:
L- Vlw, migaã.
Quando eu abri a carta, estava escrito:
"Eu tenho uma surpresa pra vc, mor<3. Surprise, eu vou me mudar pra sua sala! Gostou?"
E eu escrevi:
L- AMEI!!
Entreguei a carta de volta e falei:
L- Entrega pra ela de novo.
submitted by luis_henrique27 to TurmaFeira [link] [comments]


2020.07.07 19:01 luis_henrique27 Se vc continuar falando comigo, sua vida será DESTRUIDA se vc continuar usando o MEU DINHEIRO como desculpa!!!

Olá Luba, editores, gatas, papelões, possível convidado e Turma q está a ver. Primeira vez aqui, mimimiiii... NINGUÉM SE IMPORTA Q É A MINHA PRIMEIRA VEZ AQUI NESSA PORRA! Precisará de um vídeo inteiro só pra essa história. Eu tenho 13 anos e eu sou bi🌈, faz a voz da Misty /Turma-Feira #56. Sou gaúcho, mas faz a voz dela com o sotaque gaúcho se quiser, pfvr NUNCA TE PEDI NADA. É fake. Eu inventei ela INTEIRA em literalmente em quase 2 FUCKING MINUTOS. Que imaginação fertil é essa a minha hein! Os detalhes foram detalhadamente pensados em UMA SEMANA! juro. Os nomes são fakes e só o meu obviamente é real. Já consigo te ouvir dissendo: -QUE HISTÓRIA GIGANTESCA, VÉI!
 Parte 1 
Tudo começou no famigerado ano passado de 2019, quando eu conheci na minha escola um guri novo na Turma (do 6°ano {1°ano dos anos finais do fundamental} para ser mais exato), o nome dele é Vitor José. No entanto, de um dia para o outro, nós dois viramos melhores A amigos e desde então, começamos a fazer praticamente TUDO juntos [aí aí, se eu soubesse o q tava por vir, bah né?]. Compartilhamos todos os nossos sentimentos, nossos ódios de tais alunos da nossa sala q viviam nos provocando e tals. A uns meses, numa Segunda-feira (agr no 7°ano de manhã em 2020), ele começou a me pedir dinheiro, pois ele me disse q a sua família estáva ficando desprovida de money. {1ª tradução: comecei a usar a uma plataforma chamada Binomo para conseguir ganhar dinheiro, não só pra eu comprar coisas q de fato eu vou precisar usar, mas tbm pra dar para pessoas q precisam por conta da situação de Caronavírus. Eu guardei um pouco do dinheiro q eu ganhei na Binomo pra isso.} Por conta disso, eu aceitei de boa na lagoa. Dei R$2.000,00 pra ele. Apartir daí, alguma coisa parecia q começava a ficar meio errada. Vai ficar bem mais pior!(te garanto Lubinha)
Comecei a ter uma amizade bastante forte com a irmã dele, o nome dela é Julia, e sem querer me gabar, mas ela é tipo vc LubaTv, linda para um k-rai. Até q do nada numa Seixta-Feira 13, ela me chamou no WhatsApp e ela disse: -Oi, Luis. Td b contigo? Tem como cê dar uma passada aqui em casa? Eu falei: -Sim, claro q sim! É por algum motivo em específico, ou é só para passar por aí meixmo? Seus pais estão em casa? Até q ela solta isso: -Nem o meu irmão e nem ninguém estam em casa e é sobre o meu irmão, ele anda meio estanho ultimamente. Mas dá pra vc vir aqui? Eu (obviamente) disse: -Sim! Vou ir aí agr meixmo, Julia! Ela disse: -Q ótimo, tô esperando por vc, mor<3 Nós dois ja tínhamos um leve romance invouvido, mas nós ainda não tínhamos nos beijado [nós dois éramos BV e BVL até aquele dia]. Pelo fato de q ela me disse q o Vitor tava estranho ultimamente, eu já achei isso meio esquisito, pois ele não tinha falado disso comigo ainda. Quando eu cheguei lá tava chovendo. Ela me disse q a os pais deles foram ao shopping e ela precisava ir junto se ela não quisesse e ela não foi. Ela falou: -Eu vi q antes deles saírem, eles foram ter uma conversa com ele no quarto dele e ela ouviu um diálogo. Vamos fazer assim, falas da mãe = M. Pai = P. Vitor = V. Júlia = J. Eu = L. (2ª tradução: isso foi na mesma semana em q eu dei os R$2.000,00 pra ele na Segunda-Feira no dia 9). O diálogo foi:
M- Então, ele tinha te dado SÓ 2000 REAIS?!
V- Sim! Infelizmente SÓ isso, mesmo!
P- Vc TEM q fazeobrigar ele a nos dar MAIS do q 'só uma mixaria' de R$2.000,00.
M- Esse guri vale É OURO!!!
P- O dinheiro q ele ganha com essa plataforma Binomo, É COM CERTEZA BEM BEM DO Q R$10.000,00 SE DUVIDAR!!!
M- VC ENTENDEU?!?!
V- Sim com certeza eu vou dar o meu melhor!!!
Ela me comprovou isso com um áudio que ela gravou e mandou pra minha prima, elas estudam na mesma Turma [7°ano tbm, mas na Turma de tarde].
Alí meixmo dps de agente conversar sobre isso tudo, ela se declarou para mim e me pediu em namoro. Eu asseitei e nos beijamos pela primeira vez em nossas vidas com muita felicidade. Quando os pais dela chegaram, ela pediu pra q eu me escondesse de baixo da cama dela, pq se eles me vissem, eles nos matariam pelo fato de q ela tinha trazido alguém pra casa deles e sem avisar (q agente tinha esquecido desse detalhe). Fiquei por pouco tempo alí. Eles entraram no quarto e conversaram um pouco com ela e saíram do quarto e fecharam a porta. Quando a poeira abaixou um pouco, eu saí de baixo, dei mais um beijo nela e sai pela janela da qual eu tinha entrado, pq não teria como eu passar pela sala da casa dela sem q os pais dela E o Vitor me vissem lá.
Quando eu cheguei em casa já parou de chover e eu fiquei do lado de fora no quintal q ficou brilhando por causa da luz do sol q ficou refletindo na água da chuva. Eu sentei numa mesinha q fica perto da nossa piscina de chão e eu fiquei pensando: - Obviamente eles estavam falando de mim, pq só eu dei dinheiro pra ele. Então, se for isso mesmo, eu vou ficar bem puto.
submitted by luis_henrique27 to TurmaFeira [link] [comments]


2020.06.10 08:16 jennizinha007 MEU RELACIONAMENTO TÓXICO

Olá luba,editores,papelões falecidos,cats,etc. (Já vou avisando a história é longa). Bom vou contar meu primeiro relacionamento sério,não sei dizer se foi realmente tóxico,mas minhas amigas dizem que sim e as vezes eu acho tbm. Bom primeiramente eu era bv e tudo mais,e eu sempre fui meio f0dasse pra essas coisas,enfim,eu conheci o Carls em 2018 e até então eu e ele eramos amigos e ele até já deu em cima de mim algumas vezes mas eu não dava muita bola,pois na época estava na famosa friendzone (inclusive fiquei por 1 ano e 4 meses nessa p0rra),enfim,depois ele passou de ano e eu burrinha repeti o 1 ano do ensino médio,fases,eu e ele acabou se afastando,conversamos algumas vezes mas nada demais,ele tava namorando até então tbm,até que em meados de outubro de 2019 ele me chamou do nada e começamos a conversar,até que começamos a flertar,porém eu nem sabia o que estava fazendo,eu era bv po,enfim. Depois de duas semanas ou uma sla,a gente marcou de ficar,em uma segunda feira (claro que eu disse que eu era bv e tals,e ele até gostou de saber disso,acho que gostou de ser o primeiro,talvez pra aumentar o ego dele),chegou segunda ficamos e foi bom confesso,depois a gente continuou conversando e tals na quarta eu fiquei com outro guri (era um amigo e eu tinha meio que prometido,então fiquei com ele,porém não falei nada pro Carls pois não estávamos sério nem nada),na quinta de madrugada Carls falou que queria me ver na sexta pra gente conversar de ficar sério,eu toda apaixonada disse okay,na sexta quando cheguei da escola ele me mandou a seguinte mensagem "Jennifer me falaram que vc tava de gracinha com um guri na biblioteca",eu disse que não,a única coisa que fiz que até falei pra ele,é que eu fiquei deitada no ombro do meu amigo Varls e que fiquei fazendo carinho na cabeça dele depois,porém eu sou assim com meus amigos então pra mim é normal,ele relevou aparentemente,quando de tarde fui no mercado que ele trabalhava lá,eu me encontrei com ele e ele foi super simpático cmg,na minha cabeça tava tudo suave já,ele falou pra mim quando chegar em casa mandar mensagem e eu fiz isso até que ele me respondeu super seco e tals,chegou sábado e nem mandou mensagem,e quando mandei ele foi super seco,ai no domingo mesma coisa,quando na quarta eu mando um [email protected] texto pra ele,falando que tava apaixonada nele e os caralh0 a 4 e queria saber dele,ele pegou e falou "Jennifer desculpa não gosto de vc,e ainda não superei a minha ex,mas saiba que vc é incrível e bla bla bla bla",eu simplesmente falei okay e desliguei o celular e chorei muito,e ele acabou voltando com a ex,quando duas semana se passou e ele terminou com ela,(isso já estavamos em novembro na segunda semana),ele me chamou na quarta,me pediu desculpas,mandou áudio chorando e dizendo que foi idiota e sla mais o que,eu tentei ajudar ele por conta do termino e até desculpei ele,nisso acabamos voltando a conversar como amigos,e pensamos em ser amigos coloridos,até que ele disse "queria ter mais que amizade colorida contigo",eu fiquei toda idiota pq ainda sim,eu gostava dele. a gente ficou algumas vezes até que ele disse de ficar sério,e realmente ficamos (não estávamos namorando só ficando sério,ou seja eu ficava apenas com ele e ele apenas cmg,meio que se conhecendo pra ver se o namoro daria certo vamos dizer),mas ainda sim eu estava insegura de tipo ele acabar tudo cmg e a qualquer momento ele voltar com a Carlitas,mas segui plena,até que tipo ele começou a falar que eu não dava muita atenção,sendo que eu falava pra ele que era complicado,pq na época eu tava com um celular muito ruim,pois o meu tinha quebrado e eu tava pra comprar outro,e esse celular desligava do nada,ou travava,então eu não mexia muito nele por isso não dava atenção pra ele direito,ou então ele falava que eu não demonstrava que gostava dele,sendo que quando eu era fofa com ele,ele apenas falava "nousa como vc é fofa" ou algo assim,ele nunca retribuía,e olha que eu nem sou muito fofa,mas as vezes com as pessoas certas eu sou. A gente tbm brigava quase sempre,muito difícil ficar de boa,pq ele sempre tinha alguma coisa,uma em específico até entendi,agr tinha outras situações que eram bem desnecessárias,que ele não me deixava explicar e já ficava putinh0 ou então ele interpretava do jeito dele,até que na sexta eu sai com ele pra comer lanche e de quebra conhecer um casal de amigo dele,foi muito bom e por milagre a gente não brigou naquele dia,fomos na casa desse amigo dele,e eu e ele ficou no quarto sozinhos e só rolou beijos e bom ele sabia que eu tinha arrepio na barriga e queria brincar ali vamos dizer,mas eu sabia que não iria ficar só ali,então neguei ele insistiu mas ai ele viu que não iria conseguir e desistiu,depois eu fui embora e pronto,no sábado ele conheceu meus pais (já estávamos um quase um mês por ae),e depois ele me levou pra tomar açaí o dia estava ótimo,não durou muito tempo,brigamos ele foi embora muito put0 cmg e tals,no domingo eu fui conhecer a melhor amiga dele,e um amigo,e de novo ficamos sozinhos em um quarto,ele tbm forçou só que dessa vez ele queria dar um de bb e mamar a Simone e Silmara,eu neguei como uma boa samaritana e ele insistiu mas sem sucesso desistiu,até que em um momento ele disse "eu te amo",e eu toda boba apaixonada disse tbm. Depois desse dia eu disse outras vezes que amava o Carls mas ele nunca dizia,ele só disse aql dia,e isso fez eu ficar muito mal,e não só essas coisas,mas ele nunca era fofo cmg,em tipo "nossa te amo,vc é realmente uma pessoa incrível pra mim etc",só eu fazia isso,ele não curtia minhas fotos nem amei ele dava,nem comentava,era como se eu não fosse importante ou sla,e isso me deixava mal,pq eu queria que ele comentasse e desse amei na minha foto,mas quem fazia isso eram outros meninos (pq neh,poucas pessoas sabiam que eu estava sério com ele,não eramos assumidos),eu lembro de uma vez que eu disse que iria cortar meu cabelo,meu cabelo estava tipo na cintura e eu queria cortar no ombro,e ele só disse "aahhh não acho que vai ficar legal,assim ta ótimo pra mim,mas vc que sabe",eu queria o apoio dele e nem isso eu tinha,ele tbm muitas vezes me comparava com a ex dele do tipo "nossa a Carlitas tbm era assim,ela não falava muito e só eu me abria",ou "nossa vc tbm tem melhor amigo? Pq toda menina tem neh,a Carlitas tbm tinha",coisas assim,e poxa isso é horrível,até que falei que estava me incomodando e ele parou,sabe eu odeio brigas e discussões então sempre quando ele queria discutir eu só "okay vc tem razão e deixava pra lá",e mesmo muitas coisas dele estarem me incomodando eu não falava e relevava pq gostava dele,até que uma semana antes do natal,ele terminou cmg,simples,disse que eu não demonstrava que gostava dele,que eu não tinha ciúmes dele (tipo quando ele saia eu deixava e só falava pra ele tomar cuidado e mandar mensagem quando chegar,e tbm que eu não tinha ciúmes da melhor amiga dele,essas coisas),disse tbm que não estava pronto pra um relacionamento agr,pq querendo ou não ele ainda não tinha superado a ex 100%, e bom a gente terminou,eu até tentei voltar mas sem sucesso,fiquei um dia inteiro no meu quarto sozinha,chorando e não sai de lá,até então a gente terminou super de boas,e amigos,até que no ano novo eu mandei um texto dizendo que eu ainda não tinha superado ele,e essas coisas,até que a gente fez ligação e ele começou a falar um monte de coisa que eu não esperava ele falar pra mim, ele disse coisas do tipo "vc é uma egoísta,eu odeio vc,vc fez eu pegar raiva de vc,não quero nunca mais ver vc,vou apagar seu número,e quando me ver na rua vai pra outro lado,me esquece,vc é uma egoísta Jennifer,vc precisa crescer,tu é muito criança ainda,e quando acabar essa ligação eu sei que vc vai falar com seus amigos que na vdd nem são seus amigos,são tudo falsos e precisam evoluir assim como vc,e toma cuidado com o que vc vai falar de mim viu Jennifer,e obrigado por estragar a minha noite",eu chorei demais demais,fiquei muito mal,e adivinha? Assim que acabou a ligação ele foi correndo pra mandar áudio pra minha melhor amiga dizendo "fala pra Jennifer não mandar mais mensagem,eu odeio ela etc",e bom eu não conversei com nenhum amigo meu sobre o ocorrido,só depois de um tempo,pois ainda doía muito. E ele superou rápido,ele postava coisas do tipo "estou solteiro,deu errado o outro romance" coisas assim. Durante isso tudo eu conheci um guri que tbm tinha dado errado com uma pessoa e começamos a conversar como amigos e bom,hj em dia estamos namorando a 4 meses,e ele super me entende e me apoia,e estou super feliz com ele,porém não tenho nem um rancor do Carls e espero que ele seja feliz. Mas eai,eu errei em algum momento? Meus pais e amigas dizem que ele só queria me c0mer ou apenas me usar pra esquecer a ex dele,e que ele foi muito babaca cmg,inclusive a ex dele hj em dia é minha amiga e ela tbm esta namorando.... Conclusão: a única coisa que ele era bom era no beijo. Bjs luba te adoro <3
submitted by jennizinha007 to TurmaFeira [link] [comments]


2020.06.06 22:10 gerson_com_g Sou babaca por saber que sou amante e continuar sendo apenas por vingança?

Olá luba, editores, gatas, etc. Sou de brasília então não tenho sotaque, inventa um ai. Namorei uma garota (vamos chamar de Zalrs) por pouco mais de 3 anos, durante esses 3 anos foi tudo muito bem, mil maravilhas. ela fazia um curso, e nesse curso ela conheceu um cara, e ele se tornou muito amigo dela, nunca fui ciumento com ela, mas esse cara de alguma forma me incomodava mas nunca fiz nada a respeito, até ai tudo bem. Infelizmente depois desses 3 anos e pouco nosso relacionamento acabou, não entendi o por que, pois tava tudo indo muito bem. Depois de muito me perguntar o por que do namoro ter acabado, tive que aceitar o término e seguir minha vida, mas aquela amizade dela ainda me "assombrava" como se tivesse algo a ver, e infelizmente tinha a ver sim, pois 3 meses depois do término ela começou a namora com ele. fiquei inconformado mas também tive que aceitar o namoro dela com aquele maldito. após 2 anos sem falar com ela, voltamos a conversar por questões familiares (uma parente minha que a Zalrs conhecia veio a falecer) e ficamos de boa um com o outro, como se tivesse voltando a ser amigos novamente, e foi em uma dessas conversas sobre o relacionamento que nós tinha, ela falou que não foi fiel comigo e que me traiu com o maldito, e terminou comigo pra ficar com ele, mas não estava mais com ele. Mesmo eu sabendo que poderia dar muito errado e sabendo que ela poderia me trair novamente, voltamos a ter um pequeno romance. Em um certo dia resolvemos ir no shopping para ir no cinema, e por incrível que pareça, o maldito era motoboy, fazia entregas de lanches, e por uma incrível conhecidencia, nesse dia que fomos no shopping ele estava la esperando para pegar o lanche do Giraffas para fazer entrega, e ele viu a Zarls comigo, ela tentou se esconder e eu não entendia o por que, e foi ai que ela me explicou que eles não tinha terminado, eles ainda estavam namorando, e ela estava traindo ele, comigo! Mesmo descobrindo naquele momento que eu era o amante da situação, resolvi continuar o romance com ela por mais um pequeno tempo, pois o maldito também aceitou ficar com ela, sabendo que ela namorava comigo. Sou babaca por continuar sendo o amante apenas pra me vingar do maldito?
View Poll
submitted by gerson_com_g to TurmaFeira [link] [comments]


2020.06.06 16:08 GazellaLachifre O beijo perfeito

Olá, sou uma menina pan, que ainda tem muito para viver. Podem me chamar de Gazella, e alerto, essa história é graaande e fofa, depois tem continuação com tragédias. Porém, gostaria de compartilhar esse momento da minha vida.
Bem, em 2019, eu tinha acabado de superar do meu primeiro relacionamento de verdade, esse também, uma bosta daquelas. Mas felizmente, estava saindo de uma escola que eu eternamente vou odiar, ou talvez não. O motivo de eu odia-la, é outra história para contar. Quando eu saí dessa escola, eu estava louca para namorar uma menina, desesperada por um romance, eu tinha 14 anos e talvez, ainda nem tenha idade para viver um romance de verdade. Eu tinha um grande crush numa menina da minha antiga escola, que continuava a ser minha amiga e ir me visitar no colégio em que estava no momento. Eu deixava muito claro que era afim dela, mas, ela não estava preparada para sair do armário e também eu não posso e nem devo puxar ela para fora dele. No final, ela acabou me decepcionando com as indecisões dela sobre mim e eu acabei seguindo a vida sem a guria. E onde eu quero chegar com isso? Então, isso foi o que me deixou louca para conseguir algum crush em alguém, pois eu não tinha feito amizades na escola, portanto, sem motivos para querer ir e me empenhar nos estudos. Mas sabe o que poderia me deixar animada para ir na escola todos os dias? Um crush, daqueles que você sabe que provavelmente nunca vai ter, mas era suficiente para mim. Daí apareceu minha amiga, Lex, que na época, do nada me deu um Doki Doki e por algum motivo, veio do olhar que ela me direcionou (quase nem direcionou), tinha sido muito UOu. E eu entrei numa missão em saber se eu tinha chances com aquelas menina, no final, não perguntei nada pq tinha muita vergonha na cara para chegar do nada e falar "coé, gostaria de dar uns pegas?" E aí, que uma colega de sala, antigamente ficante de festa, me disse que ela tinha uma prima sapatão, ou seja, pelo menos assumida para si mesma. Me bateu um fogo no cu, que rapidamente eu pedi para informações sobre ela e se eu tinha chances. E vocês já sabem como termina, né? Contatinho trocados. Conversa vem e conversa vai, eu e essa prima da coleguinha, combinamos de sair o que era para ser um encontro nosso. Curiosidade, seria a primeira vez que sairia sozinha com alguém sem meus pais conhecessem esse alguém. Por mais que tivessem duas velas no encontro, o irmão dela, que a levou e o amigo dela que teve que ir ou a mãe dela não deixava ir "sozinha", ele não pode ser mais perfeito para o primeiro de todos. Sim, foi meu primeiro pq o antes dela nem fez um esforçinho. No final, não teve beijos, ou coisa assim, foi fofo e eu me diverti muito com ela. Sonsa do jeito que era, eu pensei que a Lulu era a destinada. Sinceramente, é um pensamento fofo que eu tenho da minha parte mas bem problemático. Passou-se um tempo e do nada estávamos namorando, aliás, nem data teve para o começo do namoro porquê não teve pedido??? A gente somente começou a chamar-se de namoradas. Mas, a gente ainda não tinha dado um selinho, e bem, adolescente, fogo no cu, destinadas, já sabe né. Um fato relevante, meus pais ainda não sabiam sobre minha sexualidade. Com o pensamento de pegação em mente, eu chamei ela para vir aqui em casa, quando não tivesse ninguém, o que ano passado era bem comum já que meus pais trabalhavam e meus avós cuidavam de meus irmãos mais novos. E deu certo, mesmo nervosa, ela veio. No começo foi conversar para lá e cá, até eu ter uma atitude e dar o primeiro passo. Eu nunca na minha vida, até aquele dia, eu sabia que conseguia dar o primeiro passo, que no caso, se eu não o fizesse, ficaria sem a porra de um beijo, e eu queria muito saber se o beijo era tão bom quanto nossa comunicação. E rolou gente, E COMO ROLOU, foi a primeira vez em que me senti em uma fanfic, eu juro pela minha vida que eu senti minha barriga cheia de borboletas e eu estava muito nervosa. Foi tão fanfiqueiro o beijo que tinha até suspiros no meio, sabe, quando você admite que está gostando ao se derreter num suspiro? Eu nunca fiquei tão feliz por causa de um beijo. No entanto, quando a gente se separou, o nervosismo bateu, eu levantei e saí andando para cozinha. E eu voltei, ela tava sentada no sofá como estava antes, daí eu saí e voltei, até parar no lugar e olhar para ela. Lulu tava com um olhar tranquilo e super na boa, enquanto eu estava tremendo, e mais tarde ela ainda teve a cara de pau em falar que estava super nervosa igual a mim. Ok, né, eu acho que ela percebeu e me chamou para voltar pro sofá, pedindo por mais um beijo, e mano, se eu não estivesse vermelha, naquele momento estava ardendo que nem pimenta. Rolou mais um beijo, um pouco mais quente que o anterior, mas foi aí que eu fiquei mais nervosa ainda pq eu nunca tinha me sentido assim a alguém, então, quando nos separamos de novo, eu fiquei vários e vários minutos abraçada a Lulu, acalmando os ânimos, tentando apagar o fogo que só aumentava. No final, ela teve que ir embora, pois estava ficando tarde e ela tinha que voltar para casa logo, eu fiquei por muito tempo pensando no beijo e acabou sendo o único de nosso relacionamento. O próximo post, conto sobre o porquê que foi o único.
submitted by GazellaLachifre to TurmaFeira [link] [comments]


2020.06.02 09:14 95_zero Não sei o que acontece comigo

É só um desabafo básico. Preciso colocar isso pra fora e, ironicamente, não tenho ninguém com quem fazer isso.
A real é que não tenho amigos próximos com os quais eu possa conversar de maneira aprofundada. Eu já desabafei aqui outras vezes (e sempre o mesmo assunto, que porre rs) sobre pessoas que perdi durante a minha vida, pessoas estas que eram amigas minhas e por quem eu tinha um grande sentimento. Desde que minha melhor amiga saiu da minha vida (gostava de mim de outra forma e eu não posso retribuir pq namoro), eu me sinto extremamente solitário e sozinho. Com ela eu conversava sobre coisas que gostávamos em comum, como livros, filmes, músicas, coisas da vida. Tínhamos uma conexão absurda, tipo Sal Paradise e Dean Moriarty em On The Road (quem leu sabe). É uma pena que ela não soube lidar com esse sentimento.
Quando eu estava superando isso, fiz um grande amigo no Reddit, mas por conta da pandemia não conseguimos nos encontrar pessoalmente. Eu tenho com ele uma relação incrível, inexplicável, é muito gostoso trocar ideia com ele, mas a depressão o atacou e ele não aparece mais por aqui, e quando aparece, demora muito. Eu queria poder cuidar dele, mas infelizmente isso tá fora do meu alcance. Tenho medo que ele faça algo.
Mas é só isso. Acho que nunca vou ter essa relação novamente. Vou me contentar em sempre ter amizades de bar onde só se fala o simples, o fútil, o superficial. Talvez eu tenha pensado que minha vida seria pra sempre um romance beatnik, e eu tô extremamente frustrado, às 4h15 da manhã, de pé na cozinha, tomando café e ouvindo a gravação de uma música que tô tentando compor no violão mas que nunca sai. Desculpem o textão.
submitted by 95_zero to desabafos [link] [comments]


2020.05.27 09:17 A_Garcia505 Eu troquei a amizade?

Olá Luba, gatas, editeus e afins :D
Tudo começou a muito tempo atrás. Eu tinha uma melhor amiga (vamos chamar de L), desde o primário, nossa amizade durou até o ensino médio, ou seja, a fase dos romances e toda aquela coisa clichê. Quando ainda estávamos na 1ª série, ela conversava com um garoto (vamos chamar de A), mas não era nada sério, apenas uns beijinhos e tal. Um ano se passou e quando estávamos na 2ª série, a L começou a namorar e o A começou a demonstrar interesse em mim, sempre curtindo/comentando meus posts no fb e como a L estava em um relacionamento sério com outro garoto, não vi mal em me aproximar. Eu e o A estávamos nos conhecendo e surpreendentemente nos dando muito bem, até que um dia resolvemos contar para a L que estávamos conversando e criando sentimento um pelo outro. Ela aceitou super tranquilamente, pois eu e o A tínhamos medo de ela não aceitar e tivéssemos que nos afastar por conta da amizade. Então continuamos juntos e começamos a namorar. Percebi que a L estava se afastando mas eu sempre procurava conversar com ela, mas acabou que a L se afastou de vez, não respondia mais minhas mensagens, eu estranhei pois éramos super amigas e ela mudou de repente mas respeitei o espaço dela e parei de correr atrás.
Depois de uns 6 meses, a L terminou o seu relacionamento, um tempo depois, um amigo meu (vamos chamar de E), veio me contar que o A me traia com a L, eu fiquei sem saber em quem acreditar. O E jurava que era verdade e o A desmentiu, quando fui tentar conversar com a L, ela me bloqueou no Wpp. Preferi acreditar no meu namorado já que eu não tinha prova de nada e confiei nele.
Eu e o A namoramos até hoje e a L nunca mais falou comigo.
Eu sou a babaca por ter continuado com o namoro mesmo depois de perder a amizade?
submitted by A_Garcia505 to TurmaFeira [link] [comments]


2020.03.21 03:36 fellit Ja fazem 3 meses e ainda não esqueci ela

quando eu a conheci a mais ou menos 2 anos atrás me apaixonei instantaneamente, nos tivemos um breve romance que durou muito pouco tempo e ficamos so na base da amizade por muito tempo (1 ano e meio) até que um tempo depois começamos a namorar, nosso namoro oficializado tem 2 meses de duração e nesse tempo eu fui muito feliz, no 1 mês ela terminou comigo por culpa da família dela, mas um tempo depois ela pediu para voltar comigo e eu fui muito feliz, pouquíssimo tempo depois, não sei oque me deu mas terminei com ela, ela ficou arrasada mas superou em pouco tempo, menos de 1 mês, hoje em dia somos melhores amigos mas eu me sinto péssimo porque ainda amo ela, mas ela ja nao me ama mais, eu estou IMPLORANDO por ajuda, não aguento mais esse sentimento quero muito superala, me ajudem porfavor...
submitted by fellit to desabafos [link] [comments]


2019.07.07 23:07 almofarizdosombra Feedback sobre texto

Nos últimos tempos, tenho andado a escrever uma pequena história e gostava de ter algum feedback. Já mostrei a alguns amigos, mas queria obter outro tipo de feedback menos parcial. O objetivo não é necessariamente publicar, mas também melhorar e aprender algumas coisas. Deixo aqui os primeiros três capitulos. É um romance dramático. Desde já obrigado a quem tirar um pouco do seu tempo para ler. Qualquer tipo de feedback é apreciado.

I
Sempre Bem
Sinto o seu cabelo suave enquanto lhe acaricio a cara lisa e macia. E linda. Muito linda. Aqueles cabelos sempre foram a minha perdição. Pretos, encaracolados, macios e cuidadosamente bem tratados. Mas não se pense que sou fraco, afinal até os homens mais fortes têm fraquezas. Vide o exemplo do Super Homem, individuo possuidor de uma super força, uma super velocidade, invulnerável até à mais poderosa bomba nuclear. Exceto à kryptonite. Com as devidas diferenças, eu acredito que sou um Super Homem. E aqueles cabelos são a minha kryptonite.
Ela agarra-me a mão como ninguém sabe agarrar. E mesmo que soubesse, ninguém era capaz de o fazer como ela que emprega toda a sua dedicação, emoção e amor naquele gesto. Amor. Será que ela me ama? Será que eu a amo?
Aproximo-me até estarmos quase colados. Ela está estranhamente calma. Eu estou estranhamente calmo. É como se já soubéssemos o que vai acontecer. Na verdade, não era difícil de advinhar. Há coisas na vida que são inevitáveis como o céu ser azul, depois de sábado ser domingo ou a morte. Mas mesmo nas inevitabilidades, a vida consegue ser imprevisivel. Peguemos no exemplo da morte: toda a gente sabe que vai morrer, mas não sabe quando, como, onde nem porquê. Até há quem já esteja morto e ainda não saiba. Mas eu não gosto de pensar na morte. Eu, qual Super Homem, estou sempre bem.
Os nossos lábios tocam-se ou pelo menos eu acho que sim, mas não tenho a certeza. Não tenho a certeza porque não sinto. Nada. Todo aquele momento inevitável que era suposto ser o pináculo da nossa relação até então, tantos rios que fizemos para desaguar naquele mar e agora estou adormecido. Vem-me à cabeça Let It Happen de Tame Impala.
It's always around me, all this noise, butNot really as loud as the voice saying"Let it happen, let it happen (It's gonna feel so good)Just let it happen, let it happen"
All this running aroundTrying to cover my shadowAn ocean growing insideAll the others seem shallowAll this running aroundBearing down on my shouldersI can hear an alarmMust be morning
É mesmo de manhã. Pego no telemóvel para ver as horas: 7:30. Foda-se, já estou atrasado. Procedo à minha rotina matinal: desligo o alarme; levanto-me da cama; ligo a torneira para aquecer a água; vou buscar a toalha e a roupa interior; sento-me na sanita a pensar na vida enquanto espero que a água aqueça; tomo banho; volto ao quarto para me vestir; como o pão com manteiga e bebo o café que a minha magnífica mãe pôs na secretária enquanto estava no banho; arrumo o PC e o carregador na mochila; ponho os headphones e ligo o Spotify. Tudo isto em meia hora. Não sei se é rápido ou lento, mas já sigo esta rotina há tanto tempo que o faço inconscientemente.
No caminho até ao autocarro, cruzo-me sempre com quatro cães. O primeiro é pequeno e peludo e traz consigo uma certa inocência e fragilidade; o segundo é já bem mais forte e imponente, mas muito calmo e pacífico. Acho que nunca o vi a ladrar ou sequer agitado o que não é muito normal para um cão daquela envergadura; o terceiro é a personificação do ditado “cão que ladra, não morde”; por último, mas não o menos importante, um pouco mais distante dos outros três, está o meu favorito: um pastor alemão de médio porte, tristonho, solitário e carente. Não sei o que se passa com ele, mas, seja a que hora for, está sempre deitado no chão no mesmo cantinho a olhar para a pequena porta gradeada à sua frente, esperando uma alma caridosa que passe para lhe dar o carinho que ele necessita. E eu bem tento, mas ele não me deixa. É bem jogado, eu não sou de confiança. Dejá vu. Tenho tanta pena dele que até já pensei em raptá-lo para lhe dar uma casa em que ele seja amado. Até comentei isso com ela.
Nós falamos tanto. Não me lembro da última semana que passei sem falar com ela, seja por mensagens ou (o meu favorito) pessoalmente. Por vezes estou eu perdido nos meus pensamentos como muitas vezes acontece e dou por mim a pegar no telemóvel e mandar-lhe uma mensagem. Falamos da vida, da morte, do sol, da chuva, do ontem, do amanhã e de cães. Ela tem uma cadela linda. Gosto tanto dela que é o meu wallpaper do telemóvel.
Já cheguei e nem reparei. Faço isto tantas vezes que já é automático. Instantâneo. Às vezes gostava que não fosse assim, que tomasse mais atenção ao que me rodeia, que aproveitasse mais os momentos, mais lentamente. Na verdade, neste caminho rotineiro, só há duas coisas às quais presto atenção e vejo com olhos de ver: cães e mulheres. Os cães iluminam o meu dia e aquecem o meu coração de tão fofos e inocentes que são. As mulheres fazem-me viajar. Por cada uma que passo, reparo nos seus traços, na sua postura, no seu olhar e imagino que aquela pode ser o amor da minha vida. Mas não é. Nunca é. E ainda bem para elas, certamente estão melhores sem mim. Dejá vu.
Chego ao portão e vou buscar o telemóvel para ver qual é a sala. Tenho uma mensagem do Diogo. «Não vens à avaliação?». Foda-se, esqueci-me. Não faz mal, eu safo-me, estou sempre bem.
II
Música Fria
“Isola-se a incógnita no primeiro membro e passa-se tudo o resto para o segundo membro com a operação inversa”.
Olham todos para mim com raiva e inveja. Outra vez.
“Certo, mais uma vez, mas na próxima não quero que sejas tu. Quero ouvir os outros”.
Eu não pedi isto. Eu não tenho culpa. Parem de olhar assim para mim. Enfio a cabeça no caderno e tento afastar os olhares, a inveja e a raiva da minha cabeça. Foca-te. Pensa em momentos melhores. Respira. Quem me dera que a Filipa gostasse de mim. Não, é impossível. De todos os pretendentes, nunca me iria escolher. Quando tens pretendentes muito mais fortes, confiantes e experientes, porquê escolher o mais fraco? Para não falar da beleza dos candidatos que é um fator muito relevante nestas discussões. Aí a diferença é abismal. A única vantagem que tenho é que somos amigos, mas a amizade não conta muito nestas coisas.
Dou por mim a resolver o resto dos exercícios. Já é automático. Instantâneo. Para mim, a matemática corre-me nas veias. Quem me dera que fosse assim nos outros aspetos da vida. Quem me dera que todos gostassem de mim. O meu sonho é que um dia toda a gente goste de mim. Vai ser tão fácil viver sem os olhares de julgamento, a inveja, o ódio.
Levantam-se todos, é hora de intervalo. Dez minutos a respirar ar fresco enquanto dou voltas à escola. Apesar de tudo, uma pessoa tem que se manter em forma. Se passo o dia numa sala e as aulas de educação física são o que são, como é que é suposto manter a forma física? Além disso, não tenho mais nada de interessante para fazer. Os temas de conversa são aborrecidos, não aprendo nada. E se não estou a aprender ou a evoluir é uma perda de tempo. Encontro a Filipa ao voltar para a sala. “Vais ficar hoje?”. Hoje é a reunião dos pais e normalmente a turma toda fica lá fora à espera deles. É melhor que ficar em casa sozinho com fome à espera que a tua mãe volte para te fazer o jantar. Assim pelo menos posso comprar um Snickers na máquina para enganar a fome. “Não sei.”. “Fica. O que é que vais fazer em casa sozinho?”. Eu já sabia que ia ficar. Estava só a fazer um teste para ver se ela se importava.
As aulas da tarde são sempre a mesma coisa. O que é habitualmente uma turma irrequieta, está agora apática.
“Dom João quarto casa com Luísa de Gusmão a 12 de janeiro de 1633”.
Quem me dera viver nesta época. Era tudo tão mais fácil. Evitava-se todo este jogo para descobrir se aquele era realmente o amor da tua vida, se vale a pena continuar, se vale a pena tentar ou se o amor da tua vida existe sequer. Simplesmente combinavas com outra pessoa que iam ser o amor das vossas vidas. Dava jeito a toda a gente. Evitava-se todo o tipo de confusões, dramas e lamúrias. Há quem diga que isso é que traz a magia às coisas. Eu digo que é uma merda. No modelo antigo, pessoas como eu podiam ser felizes. Assim, a possibilidade é bastante baixa para não dizer nula.
“Qual é a tua música favorita?”, pergunta-me a Filipa enquanto vejo a mãe a passar.
“Não gosto de música”.
“O quê?! Nunca conheci ninguém que não gostasse de música. É impossível. Toda a gente gosta de música.”.
“Eu não gosto”. Desta vez não estava só a tentar ganhar a atenção dela, é mesmo verdade, não gosto de música.
“Vou-te mostrar uma música.”. Olha para o telemóvel e põe uma música. Até não é má.
“É uma música fria”.
Ri-se. “És estranho.”. Diz isto enquanto me olha nos olhos. “Olha quero pedir-te um favor.”.
“Diz”.
“Ando a ter algumas dificuldades com matemática e pensei que tu me podias ajudar. Podíamos aproveitar este tempo e tu vinhas a minha casa fazer os TPC’s comigo. Que achas?”.
Ela não tem dificuldades a matemática. Pelo menos nunca aparentou ter até agora. Ou será que tem? As aparências iludem. “Pode ser”.
Sorri. “Vamos então.”.
É a primeira vez que alguém me convida para a sua casa. Não sei o que esperar, mas vai ter que ser rápido senão a minha mãe preocupa-se. Provavelmente consigo fazer aquilo tudo em dez minutos sem problema.
Afinal é isto. Mesmo que me tivessem dito que ia ser assim, que era disto que devia estar à espera eu não acreditava. Olho para o meu lado esquerdo e vejo a Filipa um bocado abatida. Compreensível. Se para mim foi anticlimático, imagino como terá sido para o outro lado. Tenho que dizer alguma coisa para tentar mudar este momento.
“Gostei da música que me mostraste. Põe outra vez.”. Vejo-a levantar-se, pegar no telemóvel e pôr a música. Acho que resultou. Pelo menos para mim o ambiente está melhor.
III
Tem de Ser
Estico-me para chegar ao telemóvel. “Posso meter uma música?”. Incrível como passados estes anos todos ainda continuo a ter os mesmos hábitos.
“Claro.”. A Sofia olha para mim como se aquele fosse o melhor momento da sua vida e eu fosse o principal responsável por isso. Chego-me perto para retribuir. Beijo-a ao som da Musica Fria. É um bom momento. Por alguns instantes, engana-me. Mas não é ela.
Volto ao telemóvel e abro as mensagens. Já não lhe mando uma mensagem há muito tempo. «Olá». Ela já sabe como isto funciona. Daqui a umas horas, vai-me responder e vamos falar da vida, da morte, do sol, da chuva, do ontem, do amanhã e de cães. Talvez até tenha sorte e receba alguns vídeos da cadela dela.
“Na quarta saio mais cedo. Podias vir aqui.”. A Sofia quer demasiado. É sempre aqui que as coisas começam a descambar. A minha vida amorosa é um ciclo vicioso. Começa sempre no verão e com ele vem uma sensação escaldante, uma energia renovada, a vontade de fazer mais e melhor a cada dia que passa. É por esta fase que ainda não desisti. É por isto que quase vale a pena. Sorrateiro, mas sem piedade, chega o outono. As folhas verdes e viçosas que antes emanavam esperança, estão agora castanhas e cansadas espalhadas pelo chão. É aqui que percebo mais uma vez que ainda não é esta. Não é ela. Aquilo que fazias no verão já não o consegues fazer. É demasiado frio. Agasalho-me para me sentir um pouco mais quente e preparar o inverno. Chega o inverno rigoroso. Todos os anos chega de rompante, sem avisar, sem dó nem piedade. Deixa-me a tremer de frio. Já não faço nada do que fazia no verão, só me apetece ficar em casa à espera que passe a tempestade. Lentamente, chega a primavera. Sinto um cheiro a ilusão no ar, há uma esperança renovada, uma certa vontade de voltar a repetir tudo à espera que desta vez o resultado seja diferente.
Repetir a mesma coisa vezes sem conta à espera de um resultado diferente: a definição de loucura. Todos os génios têm um pouco de loucura e eu, como génio que sou, não fujo à regra. Como génio a minha primeira invenção será um sistema de emparelhamento de casais. Nada dessas aplicações de encontros que há por aí. Nada disso. O meu sistema vai oferecer uma probabilidade de 99,9% dos participantes encontrarem o amor da sua vida. Para isso, os candidatos terão que passar por várias relações com término definido, a fim do algoritmo estudar as suas reações nesse espaço de tempo e também ao término inesperado da relação. Ah sim, esqueci-me de dizer que nenhum deles vai saber quando a relação acaba, isto para fazer com as reações sejam genuínas, com o objetivo de obter dados com a maior credibilidade possível. Também não vão saber quantas relações terão que passar até atingir o tão esperado amor da sua vida ou quanto tempo isso vai demorar. Agora que penso, se calhar este sistema já existe. Se calhar eu estou neste sistema. Se calhar estamos todos neste sistema. Se estivermos mesmo, eu sou a anomalia estatística. O 0,1%. A margem de erro. Não se pode ter sorte em tudo.
“Claro, achas que não ia aproveitar mais uma oportunidade para estar contigo?”. Tretas. Mentiras que eu repito na minha cabeça para me fazer acreditar que é mesmo verdade quando já sei o desfecho desta história.
Ah!, aquela última semana de verão. Acho que desta vez vou já fechar-me em casa no outono. Parece-me que este vai ser rigoroso.
Vejo-a passar no corredor. Ela repara em mim e vem dar-me um abraço. Adoro estes abraços. Ela abraça-me como ninguém sabe abraçar. E mesmo que soubesse, ninguém era capaz de o fazer como ela que emprega toda a sua dedicação, emoção e amor naquele gesto. Amor. Será que ela me ama? Será que eu a amo?
“Estás bem?”.
“Estou sempre bem, já sabes.”.
Vou ao bolso e tiro aquelas bolachas que ela gosta. Dou-lhe uma e começo a comer a outra. Adoro ver aquele sorriso que ela faz quando lhe dou a bolacha. É como se soubesse o que aquele gesto significa para mim.
“Não pareces bem.”.
Ela conhece-me demasiado bem. Demasiado até para o seu próprio bem.
“Mas estou, acredita. E tu?”.
“Já estou melhor. Um dia de cada vez.”.
Fico triste que ela não consiga ser 100% feliz. Se há pessoa que o merece é ela. Gostava de fazer mais por ela, mas não posso. Não consigo. Dou-lhe um beijo na testa e sigo para a aula.
«Hoje vou fazer aquela massa que tu gostas <3». A Sofia faz questão que eu não me esqueça dos nossos compromissos. Olho lá para fora e sinto o outono a chegar. Há uma certa beleza e tranquilidade nesta parte. Apesar de saberes que vêm aí tempos mais frios, ficas de certa forma contente porque tens a consciência do que está a acontecer. Assim, evitas ser apanhado de surpresa e, de repente, ficas sem tempo para te agasalhar. E tu não queres isso. Não queres, porque é assim que ficas doente.
Estou cá fora a fumar um cigarro enquanto olho para a porta. Porque é que estou a fumar? Eu só fumo quando estou stressado. Ou será que isso é uma mentira que eu repito para mim mesmo até acreditar, como tantas outras? Mas esta tenho quase a certeza que é mesmo verdade. Eu passo meses sem fumar até que um dia decido fumar um cigarro. Nestas fases nunca fumo mais do que um maço. Eu nem me apercebo quando elas começam porque não é sempre no outono. É como se o meu corpo dissesse que precisa de nicotina e eu lhe desse o que ele quer. Como muitas coisas na minha vida, já é automático. Instantâneo. Lucky Strike. Reza a lenda que tem este nome, porque, antes da marijuana ser ilegal, alguns maços continham um cigarro de marijuana como bonus.
Já chega. Pára e vai fazer aquilo que vieste aqui fazer. Toco à campainha. Se demorar muito, vou embora. Está calado, faz-te homem. Tem de ser. Há coisas na vida que tem mesmo de ser. É como se costuma dizer: o que tem de ser, tem muita força. Tanta força que me consegue empurrar escada acima, até ao quinto direito, para fazer aquilo que eu não quero fazer. Mas tem de ser.
Recebe-me com aquele sorriso que fazia derreter o coração de muitos. És tão boa para mim, Sofia. Foste tão boa para mim, Sofia.
Oh, I have been wondering where I have been ponderingWhere I've been lately is no concern of yoursWho's been touching my skinWho have I been lettingShy and tired-eyed am I today
Sometimes I sit, sometimes I stareSometimes they look and sometimes I don't careRarely I weep, sometimes I mustI'm wounded by dust
Nada dói mais do que o som duma porta a fechar. O impacto foi tão forte que caí para trás. Fico sentado encostado à parede a olhar para aquela porta que se acabou de fechar. Mais uma. Passa mais uma. Eu não quero saber, podes olhar. Sim, estou aqui no chão a chorar enquanto olho para a porta da mulher que acabei de rejeitar. Algum problema? O único problema aqui é tu não seres ela. Quem me dera que fosses. “É ela, não é?! Eu já sabia!”. Ela não te diz respeito, por isso, quando falares dela, falas com respeito. Era o que devia ter dito, mas eu sou fraco. Nestas questões, sou fraquíssimo. Mas se até o Super Homem tem uma fraqueza, eu também posso ter. No entanto, o que é o Super Homem sem o amor? Podes ser o imperador do mundo inteiro, da galáxia inteira, mas sem amor não és homem nenhum, quanto mais Super Homem.
E se eu me atirasse daqui? Será que morria? Se eu morresse, ninguém ia querer saber. Só ela. E mesmo ela ia ficar triste inicialmente, mas depois ia passar. Até é melhor para ela, evita-se a inevitabilidade a que todas as minhas relações se destinam: fracasso. Todas as amizades, todos os namoros acabam por dar mal de uma maneira ou outra e o pior é que sugo sempre um bocado da outra pessoa comigo. Prefiro não estar cá para ver isso acontecer com ela. Até agora pensei sempre na razão de eu ter tanto azar, afinal eu sou boa pessoa. Agora percebi finalmente. Só há uma possibilidade, um denominador comum, uma pessoa em falta: eu.
Chegou a hora de eliminar os denominadores, mas antes disso tenho que lhe deixar uma mensagem para ela saber o quão boa foi para mim. Desculpa.
submitted by almofarizdosombra to portugal [link] [comments]


AMOR OU AMIZADE? AMIGOS OU NAMORADOS THE SIMS 4 CHEAT LEVEL DE AMOR E AMIZADE Musica linda de dois amigos que viraram namorados Namoro entre melhores amigos não termina muito bem - YouTube Quem namora pode ter amigos? Amizade entre amigos: Acabou em namoro!! Uma linda história de amor!❤ Amigos podem virar namorados? COMO TRANSFORMAR AMIZADE EM NAMORO! ~ SETE Como terminar o namoro e continuar amiga do ex?! -- Conselhos da Jé #1 10 ANIMES DE ROMANCE ESCOLAR COM NAMORO #3  IntoxiList ...

3 Formas de Converter uma Amizade em Namoro - wikiHow

  1. AMOR OU AMIZADE? AMIGOS OU NAMORADOS
  2. THE SIMS 4 CHEAT LEVEL DE AMOR E AMIZADE
  3. Musica linda de dois amigos que viraram namorados
  4. Namoro entre melhores amigos não termina muito bem - YouTube
  5. Quem namora pode ter amigos?
  6. Amizade entre amigos: Acabou em namoro!! Uma linda história de amor!❤
  7. Amigos podem virar namorados?
  8. COMO TRANSFORMAR AMIZADE EM NAMORO! ~ SETE
  9. Como terminar o namoro e continuar amiga do ex?! -- Conselhos da Jé #1
  10. 10 ANIMES DE ROMANCE ESCOLAR COM NAMORO #3 IntoxiList ...

THE SIMS 4 CHEAT AMOR E AMIZADE MELHOR EXPLICADO DEIXE SEU LIKE Testingcheats true (LEVEL DE AMOR) Modifyrelationship NOMES DOS 2 SMIS 100 Romance_Main (LEVEL DE AMIZADE) Modifyrelationship NOMES ... Amizade entre amigos: Acabou em namoro!!😍 Uma linda história de amor! 😍 ... Os vídeos são todos de minha autoria ou seja são feitos por mim. ... Namoro entre melhores amigos não termina ... Lista com 10 Animes de Romance Escolar aonde o casal principal começa a namorar até o final do anime. Alguns bem rápido, como no episódio 1, e outros demoran... O melhor e mais criativo pedido de namoro (melhores amigos que se tornaram namorados - Jv & Alexia ... Transformando Amizade Em Romance - Duration: 4:56. Alexander Voger 141,376 views. 4:56 ... Sempre com dicas de customização, viagem, moda, beleza e comportamento! Se você é uma empresa, entre em contato através do e-mail [email protected] Category 📕 Autor de 'Dor de Amor Tem Jeito' e de “Teu amor-próprio te salvou”. ... Caixa Postal: 105 Dois Córregos – SP CEP: 17300-000 #namoro #amigos #amizade. Category Education; Show more ... Uma história triste de amor entre dois amigos que não ira terminar bem 😭💭 50+ videos Play all Mix - Musica linda de dois amigos que viraram namorados YouTube Diego e Marcel - Amizade Que Virou Paixão (Videoclipe Oficial) - Duration: 3:01. Midas Music 309,877 views Opa gente, no vídeo de hoje vou contar como transformar AMIZADE EM NAMORO! Vem aprender como haha Não esquece do like! ♥ CANAL NA TWITCH: https://goo.gl/nWVcbY APP TWITCH ANDROID: https://goo ... AMOR OU AMIZADE? AMIGOS OU NAMORADOS Isabela Freitas ... Transformando Amizade Em Romance - Duration ... Juliana Mattos 2,891,969 views. 12:55. 12 Sinais De Que Você Está Lidando Com Uma Pessoa ...